Publicado em: 11/07/2017 ás 08:53:00 Autor: Carlos Alberto de Lima Fonte: Secretaria de Saúde

Ao salientar a importância de a população estar atenta aos fatores de risco e saber evitá-los Magda Pierin, coordenadora da Saúde Bucal do Município, informa que no dia 11 de julho, a equipe de saúde bucal, juntamente com os profissionais do Hospital de Câncer de Cuiabá, estará avaliando as pessoas na Policlínica, no Bairro Cidade Alta, a partir das 7 horas da manhã.

O Brasil apresenta número elevado de casos de câncer bucal, com uma taxa de sobrevida de 5 anos. O câncer de boca ocorre com maior frequência em homens com mais de 40 anos de idade, fumantes e que fazem uso regular de álcool. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, cerca de 90% dos pacientes diagnosticados com câncer de boca eram fumantes. Constata-se que a associação entre cigarro e bebidas alcoólicas aumenta o risco para o câncer de boca. E a exposição ao sol sem proteção representa um fator de risco para o câncer de lábios, sendo este, mais comum em pessoas brancas e mais frequente no lábio inferior. Outros fatores, como a má higiene bucal e o uso de próteses dentárias mal adaptadas também aumentam o risco de desenvolvimento do câncer.

A cirurgiã-dentista Magda Pierin, coordenadora da Saúde Bucal do Município, salienta que “a detecção precoce de lesões na boca é fundamental para prevenir o câncer bucal” e ressalta que “é possível a prevenção desta doença, uma vez que muitos dos fatores de risco são evitáveis” (origem ambiental e comportamental). É importante estar atentos a sintomas como feridas na boca que não cicatrizam, nódulos, manchas esbranquiçadas ou avermelhadas nos lábios ou na parte interna da boca. Estar alerta à dificuldade de falar, mastigar e engolir, além de emagrecimento acentuado, dor e presença de íngua no pescoço.

Para a prevenção do câncer bucal é importante a realização do auto-exame da boca, pois quando identificado no começo, o câncer de boca pode ser curado. Neste exame devem ser observados gengivas, mucosa jugal (bochechas) palato duro (céu da boca) e língua (principalmente as bordas), assoalho (região embaixo da língua). Evitar o consumo de álcool (responsável por 55% dos casos) e de tabaco (responsável por 90% dos casos em homens e 60% em mulheres), também é importante manter a higiene bucal e ter uma alimentação saudável.

Magda Pierin sugere que a qualquer sinal de alerta as pessoas procurem sua unidade de saúde e passem pela avaliação do dentista.

COMO fazer O AUTO-EXAME DA BOCA?

• Só é preciso de um espelho e um ambiente bem iluminado;
• Lave a boca e remova próteses dentárias, se for o caso;
• De frente para o espelho, veja se a pele do rosto e do pescoço tem algum sinal diferente;
• Puxe o lábio inferior para baixo e apalpe sua parte interna. Puxe o lábio superior para cima, e repita o processo;
• Afaste a bochecha e percorra, com o dedo, toda a gengiva e também embaixo da língua;
• Incline a cabeça para trás e, de boca aberta, examine o céu da boca. Observe também o fundo da garganta;
• Apalpe a língua em toda a sua extensão;

 

Procure mudanças na aparência dos lábios e da porção interna da boca, endurecimentos, caroços, feridas, sangramentos, inchaços, áreas dormentes e dentes amolecidos ou quebrados.
Evite fumo e álcool, faça uma alimentação rica em frutas, verduras e legumes e, se notar alguma anormalidade, procure imediatamente um dentista.

 

Notícias relacionadas

22/09/2017

Prefeito Asiel Bezerra inspeciona construção da Galeria do Boa Nova 3

Visualizar Notícia

21/09/2017

Câmara de Vereadores homenageia Secretaria de Esportes pela realização d...

Visualizar Notícia

20/09/2017

Prefeito Asiel Bezerra vistoria construção da Escola Bom Pastor

Visualizar Notícia

20/09/2017

Concluída base de concreto da Galeria do Boa Nova 3

Visualizar Notícia