Publicado em: 15/05/2018 ás 12:46:00 Autor: Carlos Alberto de Lima Fonte: ASCOM

O Instituto da Previdência de Alta Floresta (IPREAF) apresentou nessa segunda-feira, 14, o resultado final do Censo realizado final do ano passado entre os servidores da Prefeitura e da Câmara Municipal.

                      A apresentação foi feita pela gerente do projeto do Censo, Erica Soares dos Santos, da Agenda Assessoria, Planejamento e Informática Ltda. que se deslocou de Cuiabá e, em Alta Floresta, foi assistida pelo diretor executivo do IPREAF, Valmir Guedes Pereira.

                      Erica analisou como positivo os resultados obtidos. “Conseguimos garantir um percentual de 98% dos recenseados, ou seja, faltou apenas dois por cento”, destacou, lembrando que dos inativos e também do pessoal da câmara conseguiu-se 100%. “Só não conseguimos dos ativos que foi 2 % que é um pessoal mínimo de não comparecimento”. Esses 2% somam apenas 26 faltantes, dos quais 15 estão licenciados e 11 são servidores ativos.

                      O diretor executivo do IPREAF, Valmir Guedes, é da mesma opinião que Erica, observando que esse resultado da entrega final do censo mostrou a confiabilidade dos servidores em relação ao instituto. “Esse percentual de 98% vem a subsidiar algumas informações do IPREAF, a alimentação do sistema de previdência, para que possamos dar as informações aos servidores um pouco mais precisa na questão do prazo do benefício dele, quando ele pode se aposentar e também pra que a gente possa alimentar o sistema SIPREV do ministério da previdência que hoje é Secretaria da Previdência vinculada à receita federal”.

                      Para Guedes, essas informações vão mostrar que o IPREAF está praticamente com 100% de sua base cadastral atualizada e que as ações demonstradas no relatório final revela a existência de muitos aposentados e poucos efetivos entrando no quadro de funcionários. “Na demonstração apresentada pela Erica, vê-se que o Executivo e o Legislativo têm que fazer mais concursos pra que a gente possa fazer um impacto dessa alíquota patronal”, observou.

Notícias relacionadas

24/05/2018

Cultura em Alta Floresta está sob nova direção

Visualizar Notícia

23/05/2018

GIA Rural terá 30 de junho como último prazo

Visualizar Notícia

22/05/2018

Projeto Adote uma Nascente em Alta Floresta será reestruturado

Visualizar Notícia

22/05/2018

Convocação Audiência Pública

Visualizar Notícia