Publicado em: 18/05/2017 ás 11:57:00 Fonte: Assessoria

Gestores da Assistência Social de 17 municípios conheceram nesta quarta-feira (17) detalhes do programa MT Família, do Governo Estadual. A apresentação, que ocorreu no início da noite no auditório da CDL, fez parte da programação do Integra SUAS realizado em Alta Floresta desde a última terça-feira (16).

O programa pretende atender pelo menos 35 mil famílias em situação de vulnerabilidade com repasses mensais em dinheiro. Para fazer parte do grupo de atendimento será necessário que as famílias atendam alguns requisitos pre-estabelecidos.

A secretária Adjunta de Assistência Social, Marilê Ferreira, explicou que o MT Família foi elaborado com o propósito de não deixar nenhum mato grossense para trás. “São pessoas que estão em situação de vulnerabilidade, em situação de extrema pobreza e requer de nós ações e intervenções especificas”, destacou, citando  trabalho que os gestores de assistência social  de 17 cidades do pólo Alta Floresta deverão desempenhar para implementar o programa.

Além do papel da Assistência Social, o MT Família contará com a participação efetiva das Secretarias Municipais de Saúde, com o envolvimento de agentes comunitárias de saúde. “O sucesso desse programa também de outras secretarias, como Educação e principalmente Saúde. Eu tenho certeza que em Alta Floresta e em todo o Estado, esse programa vai conseguir alcançar o êxito esperado, pois creio que vamos todos abraçar essa causa”, pontuou a secretária de Assistência Social de Alta Floresta, Luzmaia Quixabeira de Souza Araújo, destacando a presença de agentes comunitárias de saúde presentes ao evento.

O Programa Pró-família foi pensado para sanar a necessidade da população vulnerável de vários municípios de Mato Grosso. O programa vai criar uma rede de proteção social, com o envolvimento dos agentes comunitários de saúde e assistentes sociais, que serão diretamente envolvidos na execução e acompanhamento do programa. Caberá aos profissionais fazerem um cadastro socioeconômico das pessoas assistidas para que, além do complemento da renda, as famílias recebam apoio educacional e tenha prioridade nos cursos de qualificação ofertados pelo Estado.

Notícias relacionadas

24/09/2017

23 de setembro: Dia Nacional do Agente da Autoridade de Trânsito

Visualizar Notícia

24/09/2017

Alta Floresta segue com a Semana de Conscientização no Trânsito

Visualizar Notícia

23/09/2017

LOA e Execução Orçamentária serão apresentadas em audiência pública

Visualizar Notícia

23/09/2017

Conselho organiza programação para a semana da pessoa com deficiência

Visualizar Notícia